Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Instagram

Google+ Followers

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Nostalgia

O que fazer quando a dor no peito aperta?
Quando a saudade vem assim...
Através de uma música
Um filme, uma rua, um lugar, um amigo
Como segurar as lágrimas que teimam em vir?
As lembranças vêm como flashes
A cabeça entra em parafuso
Se existisse uma máquina pra voltar no tempo...
Mas não há
Só há uma nova realidade
Sem você
Por vezes me distraio e não lembro
Mas em outras...
Você está vivo
E parece que apenas faz uma longa viagem
E eu te espero para te reencontrar um dia.


* Este texto é dedicado à vó Maria e vô João (meus eternos protetores), Du (um grande amor e amigo), Sandra Spaolense ( recepcionista e amiga), Solange Tanaka (a moça do pastel e companheira de feira), João (garçom e meu professor que me ensinou muita coisa que levarei pra sempre), Clóvis (amigo de infância), Lázara (a senhora mais simpática que já conheci e prima de minha avó), Valentim (esposo de Lázara que me fazia rir quando criança), Batista (maratonista cego e parente também), Dinha (tia de uma amiga a qual minha gargalhada à deixava feliz sempre que eu ia visitá-la) e todas as demais pessoas que passaram pela minha vida e me trazem boas recordações e ensinamentos.
Perdoem-me pelo post triste assim, mas há tempos seguro o choro, a dor, e precisava desabafar sobre a saudade que tenho das pessoas que já se foram dessa vida. Algumas perdas são recentes e por isso talvez me encontre assim. Existe o Glauco brincalhão que só fala besteiras e faz todo mundo rir sim, mas por dentro também há um homem que por vezes disfarça, camufla grandes dores e sentimentos.
E a vida segue...

6 comentários:

Paulo Braccini disse...

Muito linda esta homenagem ... é assim mesmo ... temos nossos momentos de nostalgia e de tristeza mesmo ...

bom fds ao casal

bjux

;-)

Ellen disse...

Todos tem momentos tristes. Eu aliás, tenho sempre! :)
Fique bem...
bjos

Renato Orlandi disse...

Lindo texto, por favor desabafe sempre, é muito importante não ficar guardando esse sofrimento, gostei mto de conhecer esse lado, me lembrei de alguns entes perdidos também, é inevitável...

«╬♥ LADy M«╬♥ disse...

é miguxooo se pudessemos voltar ...mais não fica assim não como eu ja ti disse tudo tem um propositooo,saudades fica mais ..enfim....fica em paz e se precisar estarei sempre aki bjs teamudorooo

Lord V. disse...

eu sou nostalgico mesmo!
mto!
=s
é tao bom relembrar as coisas boas da vida... certo q algumas q ja se foram nos fazem chorar, mas msm assim quero lembra-las sempre!

abraços
voy

pinguim disse...

A gratidão é um sentimento nobre e espontâneo.
E está aqui bem patente.

Siga-me no Twitter

Amigos e páginas favoritas