Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
Instagram

Google+ Followers

terça-feira, 27 de julho de 2010

Surreal

O sonho

Senti meu braço ser puxado com força. Tentei me soltar mas levei um golpe na cabeça. Ainda zonzo e caído no chão, tive meus braços amarrados para trás, minha camisa rasgada e meus olhos vendados. Quando já estava ficando consciente, ouvi uma voz grossa, um tom grave me dizia:
- Você é meu prisioneiro. Beba isto agora pois lhe farei algumas perguntas e só tua sinceridade ao respondê-las é que te trarão liberdade novamente para voltar ao seu mundo.
Entrei em pânico e recebi um forte tapa no rosto e em seguida senti sua mão abrindo minha boca e despejando um líquido de sabor inexplicável. A cada gole eu me entorpecia. Os sentidos sumiam, ficavam confusos. Então aquele ser que eu nem sabia quem era ou o que era, começou o interrogatório.
- Quem você imagina que eu seja?
- Não faço a mínima idéia mas imploro para que me solte!
- Não seja idiota, já te disse as regras. Eu pergunto, você responde e fica livre.
Minha respiração estava ofegante. Sentia um medo intenso. Então a misteriosa voz começou o interrogatório:
- Prefere homens ou mulheres? Seja sincero, já disse!
- Homens! Apesar de já ter namorado uma garota.
- Como foi seu 1º beijo?
- Tinha 13 anos e a turma da escola me obrigou a beijar uma garota que gostava de mim.Depois saímos e nos beijamos pra valer debaixo de uma arquibancada com 5 mil pessoas pulando ao som de uma dupla sertaneja. Mas por que este tipo de pergunta?
- Cale a boca, o entrevistado aqui é você!
Neste momento senti algo quente pingando em meu peito. Em seguida decifrei que tratava-se de uma vela. Implorei para que parasse. Ele não me deu ouvidos e continuou queimando minha pele com aquelas gotas quentes.
- E a sua 1ª vez?
- Eu tinha 16 anos e sentia uma enorme excitação, um senhor de uns 60 anos acabou me convidando para sair. Foi estranho, excitante mas...um pouco bizarro.
- Homens que te atraem e não te atraem?
- Sempre curti caras normais, sem neuras, que tinham cérebro, ou seja, bons de conversa. Não sinto nada ao ver homens musculosos. Cigarro também tira o encanto.
- O que você pede sempre pro seu namorado?
Pra ele deixar barba de vez em quando ou raspar o cabelo. Tenho um fetiche louco por carecas. Mas como sabe que eu tenho namorado? Quem é você?
- Já te mandei só responder o que eu pergunto. Cale-se!
Neste momento levo outro tapa no rosto...
- Me conte uma loucura que você fez sexualmente falando.
- Tinha meus 20 anos e fui à um festa agropecuária. Entrei num dos sanitários e havia um peão tomando banho. Puxei assunto e fiquei por uns 10 minutos conversando com ele só pra admirar seu corpo fantástico. Saí e retornei uns 10 minutos depois. Ele havia largado a cueca lavada no varal, deixando enxugar. Roubei-a!
- Safado tu és... me conte uma maldade que você tenha cometido.
- Deixar um dos meus ex me chamando e batendo na porta, debaixo de chuva. Fingi que estava dormindo e deixei ele lá fora. Ah, a gente só brigava mesmo...
- E não se arrependeu? Me conte um grande arrependimento.
- Quando frequentava festivais de rock, certa vez um loiro lindíssimo me deu carona porque simplesmente "queria informações sobre baladas da cidade e ia pelo mesmo caminho que eu". Mesmo percebendo suas reais intenções, fui fiel ao meu namorado na época e não fiquei com o rapaz .Isso foi em 2005 ou 2006..sei lá...
- Interessante... agora me conte uma saudade.
- Os tempos de escola. Certa vez fui com vários amigos na missa de formatura. Estávamos quase todos com camisetas de bandas de rock , roupas rasgadas e etc. As velhinhas beatas nos xingavam quando estávamos saindo da igreja ou rindo durante o sermão do padre. Ah, bons tempos de "aborrescência".
- Ótimo, você tem um lugarzinho reservado lá embaixo, rsrs.
Pra meu espanto aquela criatura riu...
- Ei, já que você gostou da história, por que não me solta?
- Por que é excitante te ver com os olhos vendados e sob meu domínio. Adivinha o que estou fazendo neste momento?
- Como vou saber se estou de olhos vendados?
Neste instante levei outro tapa no rosto e senti suas mãos acariciando meu corpo, descendo pelo meu peito, barriga e chegando à meu sexo. Excitação total, movimentos intensos e um gozo explêndido...
Ainda ofegante, recebi outra bebida em minha boca e em pouco tempo apaguei...
- Glauco, não vai sair da cama hoje não?
- Que horas são mãe?
- 10:00 hs da manhã. Você sempre acorda cedinho. Aconteceu algo?
- Nada não, deve ser o frio que me fez dormir demais. Tive uns sonhos estranhos...
- Tá tudo bem, não se preocupe.
Aquilo era apenas um sonho, mas parecia tão real? Pensei comigo mesmo...
Fui levantar-me e senti algumas dores no corpo além de um forte cheiro de parafina.
Ao olhar-me no espelho vi meu corpo todo marcado, vermelho...


Continua...

* Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fatos ou pessoas reais é mera (e trágica) coincidência.

11 comentários:

Paulo Braccini disse...

nussa! umidifiquei aqui com este relato ... uau ...

bjux

;-)

«╬♥ LADy M«╬♥ disse...

nossa q tudooo genti palmas pra ele..
esta indicadoo ao Oscar..digno de hoolyhood palmas .....quero mais aloka rsrsrs
bjO e um xerO

Serginho Tavares disse...

que ofegante!

parabéns pela história!

beijos

Murillo disse...

Gostei da narrativa, viu?
Parabéns.
E olha, eu também adoro barba. Pena que você desta cigarro! hoho

Lord V. disse...

que ésso heim viñadu!
poderosa nas narrativas...
fikou super digno! parabens!!!
me deu ate uma ideia de um post. mas ficara pra dpois pq, apesar da ideia, estou sem mta criatividade agora. e a coragem tb, cade?
kkkkkkkkkkkkkk

abraços
voy

Ellen disse...

Adorei!
Levemente picante... ;)

pinguim disse...

Muito bom e com suspense...

Renato Orlandi disse...

quanta intensidade! não sei que eu queria ou não isso ahsuahusa! O.O

Arsênico disse...

nOssa... aDorei a ficção... nÓn sei como essas postagens passaram despercebidas... já que estou sempre por aqui... resolvi ler desde o primeiro capítulo!!!

agOra vou ler os outros!!!

***

umBeijo!


;-)

dinaliz disse...

Adorei a ficção...Cheia de suspense e bem narrada! Abraços.

Marcela disse...

Oi Glauko! Gostei mto do que li!
Prendeu minha atenção.
Parabéns!
Depois te conto minha impressão sobre o resto.
Abraços

Siga-me no Twitter

Amigos e páginas favoritas